Após praticamente paralisarem a economia, governadores pedem socorro a Bolsonaro

0
462







MGID X*XX*SE**X

Após praticamente paralisarem a economia, governadores pedem socorro a Bolsonaro

Governadores do Sul e Sudeste solicitam “aportes emergenciais” do Governo Federal por contra dos impactos econômicos depois de decidirem praticamente paralisar a economia

  • Por Redação
  •  03 abr, 2020

Na última quinta-feira (2), os governadores dos sete estados do Sul Sudeste do país se organizaram para reivindicar “aportes emergenciais” do Governo Bolsonaro na tentativa de compensar a queda de arrecadação provocada por praticamente um “lockdown” (paralisia total da economia), devido a pandemia do vírus chinês.

Em carta dirigida a União, eles afirmam que a pandemia teria afetado a atividade econômica de maneira “dramática” e que neste mês a redução da arrecadação do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) já teria sofrido grave redução.

Preparado em uma teleconferência com os governadores Romeu Zema (MG), Renato Casagrande (ES), Carlos Moisés (SC), Ratinho Júnior (PR), Eduardo Leite (RS), Wilson Witzel (RJ) e João Doria (SP), o documento trás oito reivindicações dos governadores, na área fiscal e econômica.

O Governador de Minas Gerais comentou no Twiter:

Romeu Zema@RomeuZema

Diante da terrível situçao financeira de Minas, telefonei para o presidente @jairbolsonaro solicitando apoio do governo federal para tirar o Estado desse caos e diminuir os impactos causados pelo coronavírus.

Ver imagem no Twitter

5.99122:15 – 3 de abr de 2020Informações e privacidade no Twitter Ads4.817 pessoas estão falando sobre isso

ALl Video 4you MGID